Organização do Torneio da Função Pública afasta árbitro

Ter, 11/07/2017 - 09:27


A GNR-CT, que organiza a edição deste ano do Torneio da Função Pública de Bragança, afastou o árbitro Ricardo Lopes da prova, após o jogo GNR-DT 5 – EPPU/Liceu 6 realizado no dia 3 de Julho.

Em comunicado publicado na página do torneio no facebook, a organização explica que “o árbitro Ricardo Lopes foi afastado por incompatibilidades com os restantes elementos da equipa de arbitragem, que levaram dois deles a recusarem fazer equipa com o árbitro Ricardo Lopes”.
Até ao fecho da edição desta semana do Nordeste fizemos várias tentativas para chegar à fala com o árbitro em questão, mas sem sucesso.
Entretanto, Ricardo Lopes negou a versão da organização também através da rede social facebook.
“O árbitro Ricardo Lopes não foi afastado do torneio por incompatibilidades, como cita o comunicado n°10. O árbitro Ricardo Lopes foi afastado porque, após o jogo entre as equipas EPPU/LICEU vs GNR-DT que terminou com a derrota da equipa da GNR-DT, houve um acto claro de intimidação e desrespeito para com o árbitro uma vez que as coisas não correram conforme o interesse de certos indivíduos. O que podia ser um evento de fair-play e camaradagem entre todos os intervenientes tornou-se num círculo de interesses e favores, no qual apenas os ‘Illuminati´podem entrar”, escreveu Ricardo Lopes.
A prova entra na recta final e para esta terça-feira estão marcados os jogos das meias-finais. A GNR-CT defronta a equipa do ULSNE B e a EPPU/Liceu joga com a AT/IEFP.
A final está marcada para o dia 19 de Julho.