PUB.

Balcão do BPI em Vinhais vai encerrar no final do mês

PUB.

Ter, 22/06/2021 - 11:53


O BPI em Vinhais vai encerrar a 30 de Junho, depois de mais de 40 anos em funcionamento

O balcão mais próximo é em Bragança, o que obriga os clientes a fazerem mais de 30 km. No distrito este não é o primeiro balcão do BPI a fechar portas. Em Setembro do ano passado, também o de Carrazeda de Ansiães encerrou. “É mais um problema para estas terras do Interior, porque estamos a falar de população mais idosa, que tem dificuldade em deslocar-se a outros locais e que ainda utiliza as lojas do banco para levantamentos e depósitos”, afirmou o presidente da câmara. Luís Fernandes disse ter tomado conhecimento da situação a 14 de Junho e que logo no dia 16 enviou uma carta a repudiar a situação e que no mesmo dia, em reunião, a Comunidade Intermunicipal das Terras de Trás-os-Montes, da qual o município de Vinhais faz parte, também se manifestou contra o encerramento do balcão. A coligação PSD e CDS- -PP também já manifestou a sua posição face ao encerramento deste balcão e apresentou uma moção em reunião de câmara, aprovada esta segunda-feira. Segundo Carlos Almendra, da oposição e coligação, “as pessoas não podem ser surpreendidas com o encerramento do balcão de um dia para o outro”. “Tem que haver aqui uma manifestação de vontade e um período de reflexão por parte do banco, porque as consequências desse encerramento são muito graves, num território em que a maioria da população tem idade superior a 65 anos e não tem acesso às plataformas digitais para fazer movimentações a nível bancário”, salientou. Carlos Almendra apontou ainda que o presidente da câmara já saberia da situação desde Maio e não a comunicou aos vereadores. “Não acredito que tenha sido solicitada uma reunião por parte de uma instituição bancária para apresentar cumprimentos ao senhor presidente. Naturalmente que há-de de ter sido dada a indicação de que haveria a ponderação relativamente ao encerramento”, referiu. Já Luís Fernandes afirmou que estes assuntos são “demasiado sérios para serem aproveitados em termos políticos”. Em 2016, os balcões do BIC e do Novo Banco, situados na vila de Vinhais, também encerraram. Assim, a partir de Julho a vila passará a ter apenas balcões de dois bancos a funcionar.

Jornalista: 
Ângela Pais