PUB.

Empresa de água em Gostei instalada até ao fim do próximo ano

PUB.

Ter, 08/06/2021 - 10:42


Deverá estar instalada dentro de um ano e meio a fábrica que vai explorar e engarrafar água na freguesia de Gostei, concelho de Bragança

É isso que perspectiva Francisco Ferreira administrador do grupo Outeirinho, que detém quatro empresas no sector da água e refrigerantes, três em Portugal e uma em Espanha, que fornece 40% de água engarrafada do mercado nacional. O grupo detém já a concessão para exploração de água em Gostei, no concelho de Bragança. O projecto já foi anunciado há alguns anos, mas o empresário explica que se trata de um processo moroso. “Comprámos os terrenos para fazer a exploração da água, depois fizemos análises durante 12 meses, passaram-se 24 meses até termos a concessão, também compramos mais cinco terrenos para ter 22 mil metros para implantar a fábrica”, que vai ficar na aldeia, a pouco mais de 1 quilómetro da nascente, mas será ainda necessário desafectar terrenos que estão em Reserva Agrícola Nacional, para autorizarem a construção. “Neste momento estamos a preparar o projecto, temos já o anteprojecto. Falta construir e adquirir os equipamentos que serão de topo de gama”, sublinha. O investimento será de 10 a 12 milhões de euros e deverá ser candidatado a fundos comunitários. A qualidade da água compensa, segundo Francisco Ferreira, a aposta num local afastado dos grandes centros urbanos. “Vamos ter uma água de muita qualidade, não obstante Bragança estar longe, a qualidade da água é muito boa, posso dizer que foi um achado”, afirma. A qualidade “tem a ver com o ph (de 9,9), é alcalina, e com os anti-oxidantes”, por isso, não hesita em dizer que esta “não vai ser uma água normal”, que deverá ir essencialmente para exportação. “Penso que vamos fazer da fábrica de Bragança uma fábrica bem estruturada com postos de trabalho”, afirma, que inicialmente deverão ser 30, mas o projecto poderá ser aumentado e dar emprego a mais pessoas no futuro. O nome da água ainda não foi decidido, mas “terá a ver com a terra, com Bragança ou com Gostei.

Jornalista: 
Olga Telo Cordeiro