PUB.

Promoção dos produtos regionais transmontanos ainda se faz de forma isolada

PUB.

ESTA NOTÍCIA É EXCLUSIVA PARA ASSINANTES

 

Se já é Assinante, faça o seu Login

INFORMAÇÃO EXCLUSIVA, SEMPRE ACESSÍVEL

Qua, 15/06/2016 - 12:17


Expositores queixam-se da falta de apoios na promoção dos produtos a nível nacional. Deputada do PS, Júlia Rodrigues defende a criação de “marca-chapéu”. A Feira Nacional de Agricultura (FNA), que decorreu em Santarém entre os dias 4 e 12 de Junho, ainda é considerada por muitos, não só a maior mostra de maquinaria e soluções para a agricultura do país mas também a maior montra dos produtos alimentícios de cada região portuguesa. É, por isso, aproveitada por muitos empresários para divulgar os seus produtos e conquistar novos consumidores.

O Jornal Nordeste foi até ao salão “Prazer de Provar”, onde estavam representados os melhores produtos agro-alimentares. Mas, se por exemplo, os Açores tinham um espaço bem identificado com a representação e degustação de vários produtos regionais, no caso de Trás-os-Montes, quem quisesse provar ou comprar os melhores produtos da região, teria um árduo trabalho para descobrir onde se encontravam e qual a região que representavam.

Jornalista: 
Sara Geraldes