PUB.

Movimento “Unidos por Carrazeda” candidata-se pela segunda vez à Câmara Municipal

PUB.

Ter, 03/08/2021 - 12:25


Frederico Meireles volta a candidatar-se pelo Movimento Unidos por Carrazeda à Câmara Municipal. Graça Martins é a cabeça-de-lista à Assembleia Municipal.

Frederico Meireles volta a candidatar-se pelo Movimento Unidos por Carrazeda à Câmara Municipal. Graça Martins é a cabeça-de-lista à Assembleia Municipal. Esta é a segunda vez que o movimento se candidata à liderança e a apresentação aconteceu no passado sábado. O candidato considera que ficarem sentados no sofá a lamentar o rumo de Carrazeda de Ansiães e criticar o que está a ser feito, não era opção e, por isso, abraçaram o desafio mais uma vez. “Porque gostamos muito dos nossos filhos, porque honramos muito os nossos filhos e a nós próprios, não basta criticar, não basta dizer não, vamos disponibilizar, vamos oferecer-nos para seguirmos um rumo diferente”, salientou. A melhoria da qualidade de vida dos idosos é um das preocupações desta candidatura. Frederico Meireles criticou a falta de condições térmicas das casas, dizendo que “no Interior morre-se pelo frio”. “Os nossos idosos fizeram as construções das casas há uns anos com poucas preocupações do ponto de vista térmico. Quando chega ao Inverno os nossos idosos já com a debilidade física que têm, não têm sistemas de aquecimento, as casas não são confortáveis, eles Socialista acredita que vai ganhar as eleições começam a ficar mais tempo na cama. A seguir, começam a ter uma alimentação deficiente e surgem uma serie de doenças provocadas muitas vezes por falta de alimentação e de acompanhamento”, referiu. O desenvolvimento da agricultura e do turismo é também uma prioridade. O candidato mostrou-se preocupado com a falta de mão- -de-obra na agricultura e considera urgente a criação de um centro de acolhimento temporário para emigrantes, que vêm para apanha da maçã, da uva e da azeitona. Frederico Meireles admitiu que o aparecimento de uma candidatura do PS à câmara pode roubar votos ao Movimento Unidos por Carrazeda, mas adiantou que mantém o apoio formal da concelhia socialista de Carrazeda.

Jornalista: 
Ângela Pais