PUB.

Resíduos do Nordeste aumenta níveis de reciclagem com investimento de quase 1 milhão de euros

PUB.

Ter, 19/05/2020 - 17:27


A Resíduos do Nordeste conseguiu aumentar os níveis de reciclagem e está agora apta a tratar bio-resíduos separadamente do lixo indiferenciado

Diariamente conseguirá tratar cerca de 30 toneladas de bio-resíduos, depois de ter sido aprovada, pelo Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos, uma candidatura de 960 mil euros. Desta forma irá ser instalada uma linha para a recepção dos bio-resíduos recolhidos de forma selectiva, na Unidade de Tratamento Mecânico Biológico. Segundo o presidente do Conselho de Administração da empresa intermunicipal, Hernâni Dias, o objectivo deste investimento é reduzir a quantidade de resíduos que são colocados em aterros. “Garante que os bio-resíduos provenientes da recolha selectiva sejam valorizados separadamente, evitando a contaminação e garantindo uma melhor qualidade do composto”, explicou. Para realizar o processo será utilizado um dos fossos de recepção de resíduos que tem uma capacidade de armazenamento de 150 toneladas. “Haverá aqui uma linha para a recepção de bio-resíduos, no sentido de ser aproveitado também um dos fossos de resíduos que a unidade tem instalada”, esclareceu. Hernâni Dias destacou ainda todo o trabalho e projectos que têm vindo a ser desenvolvidos pela Resíduos do Nordeste. “A aprovação desta candidatura significa, uma vez mais, a capacidade da Resíduos do Nordeste para apresentar bons projectos que, num quadro exigente de candidaturas de âmbito nacional, são apreciadas de mérito pelo POSEUR”. A candidatura aprovada é financiada a 85% pelo POSEUR, com um apoio do Fundo de Coesão de 816.000€. Para aumentar os níveis de reciclagem e separação do lixo foram ainda, recentemente, instalados centenas de ecopontos no distrito de Bragança e no concelho de Vila Nova de Foz Côa.

Jornalista: 
Ângela Pais