CASC Freixo desiste de participar no Campeonato Nacional de Futsal da 2ª Divisão

Qui, 08/10/2020 - 20:36


O CASC Freixo já não vai participar no Campeonato Nacional de Futsal da 2ª Divisão.

Os freixenistas desistem da prova a dois dias da estreia na competição pelo facto de não terem um treinador com o Grau II.

João Carrasco, director desportivo do clube, lamenta a situação e aponta o dedo à Federação Portuguesa de Futebol que, numa primeira abordagem, terá informado o clube que podia avançar para o nacional com a promessa de o técnico frequentar o curso de Grau II, que deverá abrir até ao final do ano na A.F. Bragança.

No entanto, a FPF terá voltado com a palavra atrás. ” A uma semana do inicio do campeonato fomos informados que a federação voltou atrás na sua palavra. Quando nos preparávamos para comunicar a nossa desistência voltamos a ser contactados e pediram-nos para aguardar até à passada terça-feira (dia 6), pois a situação estava a ser resolvida. Acreditámos na palavra e assim fizemos. Chegou o dia de hoje, 8 outubro, e às 16:30 fomos informados que para participar teríamos de ter um treinador com o Grau II, caso contrário seriamos multados todas as semanas”, explicou.

Sem possibilidade de contratar um técnico com Grau II e sem capacidade financeira para pagar as multas que iriam chegar ao clube, o CASC Freixo decidiu desistir. “As multas são elevadíssimas, vão dos 1500 aos 2000 euros e para nós é impossível, por isso desistimos”, disse.

A versão de João Carrasco foi também confirmada ao Nordeste por Emílio Almendra do CSP Vila Flor.

E como o clube desistiu antes de começar o campeonato, estando a primeira jornada está marcada para sábado, dia 10, o CASC Freixo pode inscrever-se no distrital de futsal, contudo deverá ser multado, à semelhança do que aconteceu com o Desportivo das Aves, e ficará impedido de participar no nacional pelo menos uma temporada.

 

 

Jornalista: 
SM