Luís Moura vence Maratona BTT Azibo

Seg, 03/10/2022 - 00:07


O betetista do CTM Vila Pouca de Aguiar cortou a meta isolado. Jorge Mariz foi terceiro as mantém a liderança em Elite/sub-23.

2h19m53s foi o tempo que Luís Moura gastou para completar o percurso de 60 quilómetros, com 1400 metros de acumulado.

O betetista do CTM Vila Pouca de Aguiar chegou isolado à meta e garantiu o lugar mais alto no pódio da classificação geral da penúltima prova do Open Regional de XCM, o BTT Azibo, realizado este domingo, em Macedo de Cavaleiros.

Para Luís Moura foi uma prova tranquila. “O percurso não era muito difícil, era um bocado ‘parte pernas’ e o vento dificultou a tarefa. No entanto, era bastante acessível um bocadinho mais fácil do que estou habituado”.  

O pódio ficou completo com Francisco Fernandes (CTM Vila Pouca de Aguiar) na segunda posição e Jorge Mariz (Velo Clube de Bragança) no terceiro lugar. Jorge Mariz que continua na liderança em Elite/sub-23.

Na meia-maratona, de 35 quilómetros, Miguel Morais (Valpaços Aventura Bike) venceu em masculinos e Sílvia Costa em femininos.

A betetista do CTM Vila Pouca de Aguiar destacou a boa organização da prova e os percursos de excelência para a prática da modalidade. “Foi espectacular. Aqui nesta zona vocês fazem provas com percursos espectaculares. Passámos em Podence, onde havia pessoas a aplaudir, é o que nos valoriza. Há pouca gente e na partida não vi ninguém a assistir e fiquei triste. Onde estão as pessoas que querem dinamizar o desporto?”

O BTT Azibo regressou após a paragem de dois anos, devido à pandemia, e contou com cerca de 150 betetistas. Um número “bastante positivo” na opinião de Tiago Neto, presidente do Clube de Ciclismo de Macedo de Cavaleiros, atendendo à actual realidade das competições. “As provas do Open, este ano, têm tido poucos participantes e, por isso, o número é positivo. Depois da pandemia, as pessoas ficaram mais abertas para os passeios e não para a competição”.

Tiago Neto considera importante o diálogo entre os clubes e associação para voltar a fazer crescer o número de participantes nas provas. “Temos de juntar todos os clubes e tentar perceber no que podemos evoluir e, possivelmente, rever as provas e o calendário”.

O Open Regional de XCM entra na fase final da competição. A última prova, o Open Vimont, está agendada para o dia 13 de Novembro, também no concelho de Macedo de Cavaleiros, na aldeia de Vilar do Monte.

 

Jornalista: 
Susana Madureira