PUB.

Raid Ibérico retomado após interregno de um ano

PUB.

Seg, 06/09/2021 - 19:36


A iniciativa não se realizou em 2020 devido à pandemia da Covid-19. 17ª edição conta com 27 aeronaves e meia centena de participantes.

O Raid Ibérico, organizado pelo Aeroclube Bragança (ACB) e a Fundacion Cielos de Léon, chegou no passado domingo ao Aeródromo de Bragança, depois de ter partido, no dia anterior, de Léon, em Espanha.

O evento, que não se realizou em 2020, devido à pandemia, vai na 17ª edição e termina na quinta-feira, dia 9, em Málaga.

Durante cinco dias cerca de meia centena de participantes, em 27 aeronaves, percorrem o céu de Portugal e Espanha, com paragens em Leiria, Lagos, Granada e Málaga.

O Raid Ibérico promove o convívio entre pilotos amadores portugueses e espanhóis e os territórios por onde passa. “O Raid Ibérico é uma iniciativa de promoção dos dois países, com especial incidência na província de León e no distrito de Bragança, porque desses dois territórios são oriundos os aeroclubes responsáveis pela organização”, referiu Nuno Fernandes, presidente do Aeroclube de Bragança.

Em cada local de paragem, os participantes têm programas sociais, que incluem visitas a locais de interesse cultural, paisagístico ou patrimonial, bem como a degustação da gastronomia característica do território visitado.

Entre os pilotos destaca-se Artur Caracol. Tem 84 anos, é de Cascais, e participa no Raid Ibérico desde a sua origem. “Era um evento organizado por um espanhol, que já faleceu. Inicialmente, um ano começava em Bragança e terminava em Léon e no ano seguinte era ao contrário. Visitávamos as cidades e os pontos turísticos que as câmaras sugeriram”, lembrou. 

Artur Caracol desde criança que gosta de aviões. Foi com 39 anos que concretizou o sonho de pilotar uma aeronave.

Já Miguel Fernandes fez a estreia no Raid Ibérico. O piloto veio do Luxemburgo, é filho de portugueses, e tem ligação ao Aeroclube de Mirandela. “Em 2016 aterrei em Mogadouro, quando vim a Portugal pela primeira vez de ultraleve, mas aterrar em Bragança é uma sensação especial. Estou com boas expectativas para o resto da viagem”.

Entretanto, o Aeroclube Bragança e a Fundacion Cielos de Léon já estão a preparar novas parcerias. “Um deles tem a ver com um simulador de voo, que existe na Fundacion Cielos de Léon, e temos também em fase de estudo umas aulas com ATL para os miúdos”, contou Nuno Fernandes.

O 17º Raid Ibérico começou no sábado, em Léon, Espanha, chegou no domingo a Bragança O evento passa ainda por Leiria, Lagos, Granada e termina em Málaga, no dia 9 de Setembro.

 

Jornalista: 
Susana Madureira