Astérix volta a falar mirandês

Ter, 24/10/2006 - 11:00


Depois do sucesso de vendas que foi a primeira edição traduzida para a língua mirandesa de “Astérix o Gaulês” (Astérix L Goules), há um ano atrás, está em fase final de preparação a tradução de um novo livro das aventuras do herói de banda desenhada.

Trata-se de “O Grande Fosso”, que na segunda língua oficial em Portugal se chamará “L Galaton”, cuja edição é novamente da responsabilidade das Edições ASA.
A tradução está a cargo de Amadeu Ferreira e José Carlos Ferreira (tradutores principais), que contam com o apoio de mais dois especialistas na “lhéngua”, Domingos Raposo e Duarte Martins, ambos professores de língua mirandesa. O trabalho com, também, com o apoio técnico de António Santos, especialista em Banda Desenhada (BD).
De acordo com Amadeu Ferreira, esta nova aventura de Astérix vai trazer novidades, já que se trata de uma “edição de prestígio” com acrescentos à história original.
“Tem tido algumas dificuldades na sua concepção, já que não inclui a mera reprodução dos desenhos originais do pequeno herói e não tem sido fácil trabalhá-las, o que tem provocado alguns atrasos”, acrescentou Amadeu Ferreira.
O tradutor espera que a edição tenha o mesmo sucesso que a primeira. A tradução de “Astérix o Gaulês” vendeu cerca de três mil exemplares em apenas duas semanas. Esta edição foi seguida de mais duas, que foram igualmente bem aceites pelos amantes da BD.
Segundo fonte das Edições ASA, o lançamento da obra poderá acontecer durante o próximo mês de Novembro.