Opinião

26/04/2017

Se houver de atribuir-se a algum cristão-novo de Torre de Moncorvo o título de patriarca, ele cairá muito bem a Luís Vaz. Com efeito, nele entroncam as mais poderosas famílias marranas da terra. (1)

26/04/2017

Se o leitor procura entender as motivações geradoras do derrube do regime ditatorial de Salazar/Caetano tem à sua disposição centenas de obras, acrescidas dos relatos falados suave ou vibrantemente por actores principais felizmente ainda vivos, dotados de boa memória e acrisolada paixão (quantas

26/04/2017

Para querer é necessário ter coragem, muito embora muitos pensem que não. Claro que depende sempre do que se quer, mas a coragem de o afirmar estará sempre subjacente a essa vontade, mesmo que indelével na sua assunção.

19/04/2017

Decorreu entre 22 e 24 de Março, no Centro de Congressos do Estoril, a 3ª edição do Football Talks, um evento que apesar da sua curta história é já um dos mais prestigiados congressos sobre futebol a nível mundial.

18/04/2017

Terá nascido em Almendra, terra de Ribacôa, sendo batizado em S. Martinho, concelho medievo de Penas Roias.

18/04/2017

Tem-se a percepção de que durante muitos e bons anos de desbragada democracia a Justiça esteve completamente alheada dos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e tráfico de influências. Crimes de cariz político, portanto.

18/04/2017

Umas das maiores prorrogativas da Democracia, talvez a maior, provavelmente a Única por ser a base de todas as outras reside no direito reconhecido a todos de poderem escolher uma entre várias opções para cada um dos problemas que o tempo e as circunstâncias nos vão colocando ao logo da vida.

18/04/2017

 Na casa de meu pai nunca existiu uma televisão. Hoje está fechada e por isso continua sem televisão. Das noites da minha infância recordam-se as rezas e as conversas sobre a terra que acabavam quando a avó se levantava, abria o postigo e via o tempo – uma previsão que nunca falhava.

11/04/2017

Este confirmado romancista teve a coragem e a sageza de satirizar com grande mestria, acutilância e sentido de ensejo histórico os tempos hodiernos, no geral, e os conluios que sempre se estabeleceram entre política e economia, em particular.