Opinião

15/05/2018

António Henriques, o Fastio, de alcunha, é figura incontornável na história dos cristãos-novos de Torre de Moncorvo. Antes de mais porque a ele se ligava, por laços familiares, uma boa parte da gente da nação hebreia da terra.

15/05/2018

Minha boa gente, essa saúde como vai? Diz que agora afinal a laranja faz tão bem de dia como de noite. Aquela coisa do “à noite mata” tem de ser revista.

15/05/2018

Ponderei seriamente dar outro título a este texto: “Até gosto do Bloco” poderia muito bem encabeça-lo e tal não feriria a minha sensibilidade nem beliscava as minhas convicções democráticas, que convivem muito bem com a diversidade desde que os outros sejam capazes de respeitar os meus valores.

15/05/2018

Na última viagem ao nordeste, estando bom tempo, fomos dar um passeio pela Vilariça e acabámos por encontrar e colher alguns espargos. Fomos logo à procura de mais. “Querida, vê além naquela espargueira grande, junto ao toro da oliveira” disse eu para a minha mulher.

15/05/2018

Todos os portugueses que se prezam continuam a ter razões de peso e de sobra para se indignarem e picarem os maus governantes como quem pica mulas, não devendo limitar-se a dar um ar de sua graça apenas quando são convidados a votar. Só desta forma as coisas poderão mudar para melhor.

08/05/2018

Gerir eventos desportivos ultrapassa e de que maneira a parte meramente desportiva em que o atleta ou equipa “A” vence ou bate um recorde nacional e o competidor ou equipa “B” perdem. Se fosse apenas isto, os eventos desportivos eram praticamente só para quem joga, corre, salta ou vai nadar.

08/05/2018

A expressão é muito antiga e deixa sempre no ar, uma intriga, um enigma ou a descoberta de algo interessante. Ficar a descoberto nem sempre é bom sinal e quando o pano cai pode descobrir muitas coisas, agradáveis ou não, que estavam encobertas.

08/05/2018

A propósito de um qualquer despropósito ouvia-se Praça da Sé a intimação – vai fazê-lo a Pinela – ordem consubstanciada na existência de uma indústria artesanal/artesanal cuja matéria-prima era e é o barro, já no tocante à arte artesanal tenho sérias dúvidas.

08/05/2018

 A mãe era originária de Barcelos e dava pelo nome de Benta Dias. O pai, Garcia Álvares, nascido em Bragança, formou-se em medicina. O casal residiu algum tempo em Bragança e ali terá nascido o filho Luís Álvares. Mudaram-se depois para Vila Flor, onde o Dr.

08/05/2018

O Nordeste Transmontano tem, no contexto do País e da Região Norte, um conjunto de especificidades identitárias, culturais, patrimoniais e de recursos económicos que exigem uma visão de desenvolvimento estratégico construída em forte cooperação entre atores do território, envolvimento dos cidadão