PUB.

Tio João

PUB.

Calcorrear caminhos para fazer amigos

Olá, como estão os leitores da página do Tio João?

Já estamos no mês do Natal. Este ano o ditado do povo bateu certo: “Chuva em Novembro, Natal em Dezembro”, pois, no mês passado, a chuva deu-lhe bem mas “se o Dezembro for molhado, o Janeiro é geado”. Segundo as previsões este mês vai fazer muito frio, com muitas geadas à mistura, a confirmar outros ditos populares: “quando Dezembro é frio, calor no Estio” ou “em Dezembro não há valente que não bata o dente”.

Tio Filinto, o homem que faz caretas

Olá gente boa e amiga!

O calendário não pára e já estamos a cerca de um mês do Natal e a 31 dias do ano vinte vinte.

O céu continua roto e, por vezes, com remendos mal feitos. Durante os próximos dias a chuva continua a prometer cair, mas temos de fazer como os de Caravela, como o tio Lita, que diz que quando chove “deixa chover”. O primo Marcelo, de Ousilhão (Vinhais), disse-nos “deixe chover, tio João! Tem mais ela onde cair do que eu onde semear pão”. Esta chuva e o sol que por vezes vai aparecendo, têm feito com que seja um bom ano de cogumelos por toda a região, como nos disse a tia Virgínia Neves, de Bragança, com 82 anos de idade, “olhe agora com esta idade para o que me deu: ando aos rapazinhos!”.

Ciática: a cura é detrás da orelha

Como estão os leitores da Página do Tio João?

Começo por dizer que no dia da edição deste jornal se comemora o Dia Internacional do Homem, 19 de Novembro. Há muitos anos que temos conhecimento do Dia Internacional da Mulher (8 de Março), mas desconhecíamos que os homens também tivessem o seu dia internacional.

A Feira das Colheitas de Vilar Seco

No Domingo passado, pela primeira vez, estivemos com o Especial Domingão do Bom Dia Tio João, em directo de Vilar Seco (Vimioso), na Feira das Colheitas. Foi um programa muito participado, com a presença da tia Maria da Glória, a nossa pastora poeta e do tio Ismael, com o seu acordeão e cordas vocais, que animaram a manhã.

Há 69 anos a tocar na gaita

Como estão os leitores da página do Tio João? Nós cá vamos em maré de aniversário dos 30 anos.

São cada vez mais aqueles que, participando nas emissões, querem mostrar o seu contentamento pela longevidade do nosso programa. Também são muitos os ouvintes antigos, do início do programa, que tinham estado calados mas, como o bom filho a casa torna, têm aproveitado a data para recordar como era a sua vida há 30 anos.

Três décadas em família todos os dias

Bom dia familiazinha!

Salve o dia 29 de Outubro de 1989, às 6:00 horas da manhã! Faz hoje precisamente 30 anos que, sem querer, me transformei de Nicolau Sernadela em Tio João. Ninguém dava duas coroas por mim, mas revolucionei a maneira de fazer rádio. Abri o microfone e dei um bom dia tão grande que fiz tremer os receptores. Como sou gago, cantarolava para iludir a gaguez e comecei a baptizar todos os participantes como tios e tias, primos e primas. Instituí a rádio família.

10 anos a traduzir a Bíblia para mirandês

Olá, então como estão os leitores da página do Tio João?

O primeiro mês de Outono chegou ao fim. As folhas já caem e as paisagens têm os tons característicos desta época do ano.

O tio Machado, de Parada (Bragança), disse-nos que a chuva dos últimos dias “pintou muito à castanha”, porque a “fez crescer e torna os ouriços mais amorosinhos para a sua apanha”.

Não faltámos à Feira dos Gorazes

Olá gente boa e amiga.

Na semana passada o Verão ainda deu um ar da sua graça, pois tivemos temperaturas máximas de 33 graus em Mirandela.

Desde segunda-feira parece que o Outono já começou a trabalhar, com as primeiras gotinhas e nos próximos dias temos previstas temperaturas de 5º, na mínima e 17º na máxima.

A nossa gente já fechou a porta às vindimas, o vinho já ferve nas pipas, para depois ferver nas tripas, como em jeito de brincadeira nos têm contado alguns tios. Hoje em dia já são poucos os que fazem a água-ardente em casa, porque grande parte das pessoas não têm alambiques. Eu tenho saudades do tempo em que fazia água-ardente com o meu saudoso sogro. Gostava dessa actividade agrícola, porque eram dois dias intensivos, em que fazíamos quatro ou cinco potadas, de cerca de 5 horas cada uma. Ainda me estou a ver dentro do pio a carregar de bagaço as banheiras para encher o alambique. A tarefa mais difícil era a mudança e limpeza do pote, mas a nível gastronómico, o que ainda me está a saber bem eram as famosas batatas assadas no borralho, que depois de assadas eram abertas ao meio e pingadas com unto, sal e malagueta, manjar que nunca mais saboreei.

O sabor das merendas ao ar livre

Como estão os leitores da página do Tio João?

As primeiras semanas deste Outono têm sido muito secas e quentes para a época. Este ano o vinho não foi ‘baptizado’ com água, porque não tem chovido durante as vindimas. Aqueles que gostam que as uvas se colem às mãos, são os que estão a fechar as portas das vindimas. É raríssimo fazer-se a água-ardente com temperaturas máximas de 27/28 graus, como tem acontecido nos últimos dias. Ao nível de condições do tempo, pode dizer-se que é a continuação do sumário da lição anterior.

Outubro a entrar, toca a vindimar

Olá gentinha boa e amiga.

Já estamos no mês de Outubro, acabadinho de entrar. No primeiro dia deste mês assinala-se o Dia Mundial da Música e também o Dia Internacional do Idoso. Ao longo do mês teremos diariamente vários temas que vamos desenvolver, não esquecendo que, no último fim-de-semana, terá lugar o Magustão dos 30 anos da Família do Tio João, uma vez mais em Vinhais, no maior assador de castanhas do mundo.