PUB.

Opinião

PUB.
25/05/2021

3 - No século XX a paisagem rural do concelho mudou

25/05/2021

A partir de 1588, com a derrota da “invencível armada” luso-castelhana, as marinhas da Inglaterra e da Holanda conheceram um extraordinário desenvolvimento.

18/05/2021

Se a liberdade se conquistasse com a simples passagem de um portão ou uma porta aberta à nossa curiosidade e apetência, não faltaria quem quisesse tentar passar. Mas não. Não é assim tão fácil e não existe nenhuma porta secreta que dê acesso à liberdade.

18/05/2021

Já li contos dedicados às crianças onde os crocodilos choravam, também soltei gargalhada estrídula quando ouvi a anedota referente a um crocodilo a voar baixinho autenticada pela boca de um agente do KGB, fora isso os crocodilos que vi em África e na América inspiravam receio e cautela, na Tailân

18/05/2021

A presente reflexão apoiou parte da apresentação do livro “Bragança no Século XX, através da imprensa regional”, não inclui a parte religiosa que esteve a cargo do Senhor Bispo da Diocese de Bragança-Miranda.

18/05/2021

Já em outro texto falamos de Jerónimo Pimentel e Ventura Nunes um casal de fabricantes de seda que, na década de 1660, andou acertando contas com o santo ofício. (1) O casal teve 3 filhos e nenhum deles seguiu a profissão do pai.

11/05/2021

No Dia Mundial do Livro, 23 de março, o Município de Torre de Moncorvo apresentou uma plataforma dupla, com a digitalização da sua Biblioteca Municipal e do seu Arquivo Municipal. São produtos de grande qualidade desenvolvidos por uma empresa nacional incubada na Universidade do Minho.

11/05/2021

Já não tem o vigor da juventude e sofre de múltiplos achaques o velhinho de quase 900 anos que deu novos mundos ao mundo, agora definitivamente internado no lar da UE.

11/05/2021

Em reuniões e encontros promovidos pela RIONOR, ouvimos afirmações a realçar a escassez de programas de cooperação transfronteiriça entre Trás-os-Montes e Castela e Leão, comparativamente com outras regiões a Norte e a sul.

11/05/2021

O poder corrompe mesmo? É uma questão que emerge recorrentemente e que alimenta diariamente as nossas conversas. Mas o que é esta alegre potencialidade de ser capaz de impor a sua vontade aos outros ou aos acontecimentos, diz-nos muito sobre a nossa humanidade?