Crónicas de ...

Ora viva minha gente. Essa saúde anda valente? Assim espero! Passico de pardal e já cá estamos, mais um ano quase passado. “Caindo o Natal à segunda-feira, tem o lavrador que alugar a eira”. Andava à procura de um ditado sobre o advento para fazer mesa e surgiu-me este pelo caminho. É nestas...

Publicada em: 12/12/2017 - 10:45
Manuel João Pires

Aqui, no Ribatejo, também a matança do porco desprovida dos normativos de Bruxelas é revestida da carga simbólica da convivialidade familiar e dos amigos, no entanto, o semblante da festa é outro, embora a garridice das falas jocosas e vernáculas seja forte nas intonações e entoações.
Só...

Publicada em: 12/05/2017 - 10:47
Armando Fernandes

Nas voltas que o mundo dá e no dia-a-dia de cada um de nós, sucede de tudo um pouco. Sucessos e desastres, vitórias e derrotas.
As derrotas não são muito lembradas embora algumas sirvam de exemplos para que outros as não imitem pelo menos no que elas têm de menos bom. As vitórias, essas...

Publicada em: 12/05/2017 - 10:44
Luís Ferreira

A Assembleia Geral das Nações Unidas, quando da comemoração do septuagésimo aniversário, aprovou a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável. Designou o ano de 2017 como Ano Internacional do Turismo Sustentável para o Desenvolvimento, visando uma melhor compreensão de valores subjacentes às...

Publicada em: 11/28/2017 - 11:18
Jorge Nunes

Meus caros, como têm passado? Espero que essa saúde esteja de ferro. Não vos vou perguntar por magustos porque de castanhas é melhor nem falar este ano. Quer dizer, haver há. Há sempre, de uma maneira ou de outra. Mas este ano não foi nada amigo dos soutos. Por falar em tempo, parece que por aí...

Publicada em: 11/28/2017 - 10:53
Manuel João Pires

Reina grossa tormenta no território gaulês. A falta de manteiga é a causa, o seu preço triplicou, quase desapareceu nas prateleiras dos supermercados, a escassez provoca dores de cabeça e azia nos estômagos dos cozinheiros e pasteleiros, pis a gordura láctea é fundamental nos restaurantes e...

Publicada em: 11/21/2017 - 11:08
Armando Fernandes

Quando nos referimos a tempo de crise, falamos sempre de situações aflitivas quer económicas como sociais. Ao longo da História, já podemos contabilizar muitas crises e algumas delas, demasiado graves e que se espalharam pelo mundo inteiro. A que mais recentemente vivemos, apanhou-nos de...

Publicada em: 11/21/2017 - 10:53
Luís Ferreira

Depois de tantos acontecimentos horríveis que bafejaram este país de que muitos se orgulham, o melhor era vivermos uns tempos de paz e sossego sem preocupações de maior. O que se passou em Pedrogão e recentemente em Santa Comba Dão e Tondela, deveriam envergonhar-nos durante algum tempo e...

Publicada em: 11/07/2017 - 10:54
Luís Ferreira

Repito-me sem tremor na altura do dia de finados. Agora, sem temor porque consegui saltar da barca de Caronte, a queda em consequência do aparatoso salto tem-me custado demorada convalescença e profunda reflexão acerca da finitude da vida.
Milhões de mulheres e homens desaparecem sem...

Publicada em: 11/07/2017 - 10:49
Armando Fernandes

Não fosse a ajuda celestial e a solução para o problema gravíssimo que o país vivia não chegaria certamente pela mão dos homens. Estes viram o país a arder, por entre arrepios de dor e lágrimas de sangue, sem soluções apesar do muito esforço de alguns. Esforço meritório de quem, no meio das...

Publicada em: 10/24/2017 - 11:29
Luís Ferreira